Feeds:
Posts
Comentários

usui1_104230438

Mikao Usui nasceu em 15 de agosto de 1865 no povoado de Taniai, distrito de Yamagata, pertencente à província de Gifu, no Japão. Por ter estudado e viajado muito, acredita-se ter pertencido a uma rica família japonesa, o que era usual no Japão.

Até 1850, o Japão estava fechado para o mundo ocidental, pois até então, o Japão era uma sociedade fechada. Isto fez com que os EUA forçassem o Japão a abrir seus portos e sua economia ao resto do mundo. Esta abertura trouxe uma torrente de idéias novas e tradições de todo o mundo para dentro do país.

O Japão entrou em um período de rápida industrialização, transformando-se em uma nação industrializada habilitada a competir com o restante do mundo em um período de 30 a 40 anos. Esta mudança criou um verdadeiro clima de necessidade em manter a cultura tradicional e a necessidade de reacender e manter velhas tradições. Usui cresceu durante este período.

Presume-se que, durante sua juventude aprendeu Kiko no templo budista Tendai, situado no sagrado monte Kurama, ao norte de Kioto.

Kiko é a variante japonesa do Qi Gong, uma série de exercícios cujo objetivo é melhorar a saúde através da meditação, das técnicas respiratórias e dos movimentos lentos. No método curativo Kiko é possível armazenar, através de exercícios correspondentes, uma provisão de energia que será utilizada no processo de curar. Se não se usa este método, acaba-se extenuado, já que o Kiko nutre também a própria energia pessoal. Este ponto foi importante para o Dr. Usui e cresceu como uma semente em seu pensamento.

Na fase adulta trabalhou como homem de negócios e servindo como secretário particular do político Shinpei Goto, diretor da carteira de Saúde e Bem estar e, mais tarde, prefeito de Kyoto. Nesta atividade, Dr. Usui conheceu gente muito influente no Japão. Estes contatos o ajudaram a tornar-se independente e, finalmente, vir a ser um próspero homem de negócios.

Durante um tempo foi muito bem nos negócios, mas a partir de 1914 as coisas tomaram outro rumo. Como tinha certos conhecimentos sobre o budismo, decidiu converter-se num monge budista.

Concentrou-se nessa prática e regressou ao monte Kurama, onde havia estudado ainda rapaz.

Usui estava buscando a iluminação (Anjin Ryumei). Qual o propósito da vida? Como estar em estado permanente de Paz?

Usui ficou em um mosteiro Zen por três anos, tentando alcançar esta meta trabalhando arduamente em serviços comuns para que houvesse a libertação do ego. Finalmente, procurou um mestre Zen para aconselhá-lo em como alcançar a iluminação e a orientação foi de que a única maneira de se alcançar a iluminação após esses 3 anos de serviços no mosteiro, seria através da experiência da morte.

Decidiu então fazer um retiro por 21 dias, jejuando, cantando, rezando e meditando. Usui foi ao Monte Kurama para morrer.

Em março de 1922, ao fim do seu período de recolhimento, sentiu penetrar em sua cabeça uma poderosa Luz espiritual, experimentando, assim, o Anjin  Ryumei, uma  vivência reveladora. Esta Luz era o Reiki, que chegou sob forma de sintonização. Pelo ocorrido, sua consciência começou a expandir-se mais e mais e ele concluiu que estava possuído por uma força poderosa, porque podia curar as pessoas sem precisar usar sua própria energia para isto.

O Monte Kurama, onde Usui passou por seu “Anjin Ryumei” (estado permanente de Paz) é uma montanha sagrada. Fica perto de Kyoto e é o coração espiritual do Japão, um lugar com vários templos representando uma enorme variedade de divindades. Dizem ser o lugar onde os espíritos da montanha deram os segredos da luta aos samurais.

Após ter tido esta experiência, Usui checou com o abade no mosteiro Zen se o que aconteceu com ele tinha mesmo sido uma iluminação e após a confirmação recebeu a orientação de sair e ensinar e foi o que ele fez.

Ele mesmo diz que enquanto estava sentado lá, teve a sensação de que foi atingido por uma Luz, ficou inconsciente, não sabe por quanto tempo e quando voltou a si ele sentiu seu corpo completamente revigorado, cheio de Luz e que descendo o Monte Kurama ele percebeu que de suas mãos saia uma energia de cura.

Pelo ponto de vista budista, o propósito disto é transmitir para outras pessoas.

Nós não sabemos exatamente que ramo do budismo era praticado por ele. Sabe-se que ele estava num mosteiro Zen e sabe-se que ele está enterrado num túmulo de um cemitério do Budismo Terra Pura.

Em abril de 1922 viajou a Tókio, onde criou a Usui Reiki Ryoho Gakkai (Sociedade do Sistema Usui de Reiki). Abriu uma clínica em Jarajuku nas imediações do belo Meiji Jingu (santuário Meiji) no centro de Tókio e ali começou a fazer conferências e a praticar Reiki.

Usui sensei primeiramente começou a praticar Reiki consigo mesmo, mais tarde com os membros da sua família.

O sistema era sobre dar cura às pessoas, ensiná-las como se curar, prover exercícios e ensinamentos energéticos. A maneira com que Usui fez tais coisas parece um pouco indefinida, baseada em compromisso progressivo de sessões semanais de treinamento, um tanto quanto da maneira como as artes marciais são ensinadas.

Desenvolveu seis níveis de Reiki ou graus de formação, (segundo Fumio Ogawa). Numerou estes seis níveis na ordem inversa da usada no Ocidente. O primeiro nível era o de número seis e o nível superior o de número um. Os primeiros quatro níveis, do seis ao três, correspondem ao que Hawayo Takata ensinava como Reiki I. O correspondente ao Reiki II subdividia-se em duas partes e o último nível, o número um, correspondia ao Reiki III (Mestre), ou grau de Professor (Shihan).

Reiki é uma técnica curativa gentil e poderosa que pode ser passada como presente de uma pessoa para outra, e não é baseada na idéia de gurus ou grande mestre a quem alguém teria que prestar homenagem.

Esse tempo entre a iluminação e o inicio da Gakkai é muito curto, provavelmente ele tenha tido outras experiências no passado, alguns fatores temporariamente somados a esses 3 anos num mosteiro Zen. Ele estava muito bem preparado se realmente pensarmos em 21 dias somente para a iluminação, ele precisaria de muitos anos para integrar tudo isso. Isso não deve ter sido um incidente isolado. Provavelmente tenha tido alguns momentos fortes antes, na vida dele, mas não se sabe nada a respeito ainda.

Usui dizia que seu sistema era totalmente novo e original, que não aprendeu de ninguém e que também não praticava nada para chegar a esse resultado. Só se pode repetir o que ele dizia a respeito, de outro lado sem dúvidas temos coisas similares em todo o mundo.

Dr. Usui ensinou a mais de 2000 alunos e formou 20 professores de Reiki. Faleceu em 9 de março de 1926, aos 60 anos, de uma apoplexia cerebral, enquanto dava uma aula de Reiki em Fukuyama.

Foi enterrado ao lado do Templo Saioji, em Suginami-Ku, Tókio. Seus alunos colocaram junto à sua tumba um memorial de pedra, onde está descrita sua vida e obra com o Reiki.

De acordo com sua pedra memorial, Usui foi um “curador” bem conhecido e popular, e ensinou um grande número de pessoas por todo o Japão.

(FONTE: casadaenergia.com)

Anúncios

 

reiki8 images (1)

Reiki é uma técnica ou método que é baseado em princípios que foram utilizados no Japão na primeira parte do século passado é baseado em princípios da Medicina Tradicional Chinesa e em técnicas de transferência de energia como o Chi Kung.

Sua técnica permite qualquer um a conectar-se permanentemente em uma fonte de energia curativa. Uma vez conectado, você pode canalizar essa energia sem ter que se dedicar a muitos anos de prática, e isto torna possível a qualquer um aprender como transferir sua habilidade para outros através de um ritual simples de conexão.

Na sua forma original, Reiki é uma trilha para o esclarecimento.

 

É difícil entender o REIKI com nossa mente racional. REIKI é para ser vivenciado e não explicado. É como o Amor, só pode ser compreendido se o vivenciarmos.

 

Nos seres humanos a energia circula de forma livre pelos caminhos sutis: Chakras, meridianos e nadis. Também percorre nosso campo energético, nossa aura. Essa energia alimenta órgãos e células, regulando ainda as funções vitais. Se há bloqueios na livre circulação energética, prejudicando o trânsito, advém o desequilíbrio e a conseqüência no corpo físico.

Esses bloqueios ocorrem muitas vezes por excessos cometidos de naturezas diversas quando o corpo libera energias que produzem barreiras impedindo o fluxo de energia vital, atuando no corpo físico e criando a “doença”.

 

Cura, trabalho com energia, terapia e assim por diante são apenas atributos com os quais revestimos o Reiki, de modo a torná-lo mais fácil de entender e de ser aprendido pela mente racional.


Reiki-Logo

A doença é uma conseqüência da má circulação de energia em nosso corpo físico, emocional, mental ou espiritual.

Permanentemente absorvemos energia que vem do cosmo, da alimentação, da respiração e da irradiação das outras pessoas e para elas enviamos a energia gerada por nós mesmos.
A cura é o processo de autoconhecimento e de descoberta do porquê de estarmos enfermos, para que possamos nos transformar e retornar à nossa natureza original, ao nosso modo de SER.

Através do REIKI podemos ativar nosso poder de cura inato e receber a ajuda que precisamos para corrigir estes desequilíbrios.

O ato de impor as mãos sobre o corpo humano ou sobre um animal para transmitir bem estar e aliviar a dor é tão antigo quanto o instinto. Quando sentem dor, a primeira coisa que as pessoas fazem é colocar as mãos sobre a região dolorida.

Quando uma criança cai e machuca o joelho, ela quer que sua mãe a toque (ou a beije) para que melhore. Quando uma criança está doente ou com febre, o instinto materno a faz pôr a mão na testa da criança. O toque humano transmite calor, serenidade e cura. Também transmite carinho e amor. Quando um animal está sentindo dor, o primeiro instinto do gato ou do cachorro é lamber a área afetada – pela mesma razão que uma pessoa aplica o toque com as mãos. A mãe do animal também lambe o filhote que está sofrendo. Esse ato simples é a base de toda técnica de cura pelo toque.

O corpo vivo, de um homem ou de um animal, irradia calor e energia. Essa energia é a fonte da vida em si, e tem tantas denominações quanto as civilizações que já existiram.

Os Kahunas da Polinésia chamam essa energia de MANA, os índios americanos iroqueses a chamam de ORENDA. É conhecida como PRANA na índia, RUASH em hebraico, BARRAKA em países islâmicos e CHI na China. No Japão, a energia é chamada de KI e é dessa palavra que REIKI tem origem.

A palavra REIKI é de origem japonesa e resulta da união das palavras REI e KI.

REI: Traduzido de forma literal significa “espírito não marcado por sua qualidade” ou ainda “espiritual”. Conforme o sentido pode ser traduzido como “sentido oculto” ou ainda “energia oculta”. Na época de Mikao Usui, significavaALMA.

KI: é definido como “energia, ar, respiração, vento, sopro vital, essência vital, energia ativadora do universo”. KI é um tipo de energia elétrica que o corpo produz, e determina o estado de saúde. Quando o KI deixa o organismo, a vida cessa. KI também é a energia essencial da vida na Terra, nos planetas, nas estrelas e no céu; essas fontes de energia afetam o KI do organismo vivo. Tudo o que tem vida contém KI e o irradia.

No Japão se entende por “Ki”, entre outras coisas: Espírito,  Alma, coração, intenção, sentimento, temperamento e atmosfera.

Portanto REIKI tem o significado de Energia da Alma ou Energia do Espírito.

REIKI é um caminho de harmonização interior, sua com o Universo.

Fonte: casadaenergia.com


Vídeo contendo significado resumido dos 72 Nomes de Deus contidos nos ensinamentos da Cabala Judaica.

 

REIKI


reiki8

 

Vídeo que mostra um pouco do que vem a ser essa antiga arte de cura através da imposição das mãos, legado de MIKAO USUI, a qual ganha cada vez mais adeptos em todo mundo.

Produção de áudio, vídeo e narração: Ricky Elblink (Reikiano nível III-A). Narrador e Locutor Publicitário.

Elaboração de texto e consultoria: нαииαн кrуѕ (Mestre reiki Habilitada em Mestrado nos sistemas:

– Com mestre Frank Arjava Petter (Alemanha): Sistema Usui de Reiki (USUI REIKI RYOHO); Técnicas Japonesas de Reiki (Arjava, pioneiro nas genuinas e originais técnicas de Mikao Usui); A Arte do Toque Consciente e outras…

Bibliografia Consultada:

*Reiki Essencial – Diane Stein
*O fogo do Reiki – Frank Arjava Petter;
*A técnica de Reiki do Dr. Hayashi – Frank Arjava Petter, Tadao Yamagushi e Chujiro Hayashi;
*Seminário de Master Training com Frank Arjava Petter – RJ/2006.

“…ser honesto é fazer aos outros aquilo que gostaríamos que fizessem à nós…”

Use este vídeo com responsabilidade e principalmente com AMOR.

Para saber mais sobre os CURSOS DE REIKI: contato pelo telefone 62 9684-9654 / 3086-2669. UniReiki Goiânia.


reiki8

Mikao Usui selecionou cinco frases de algumas linhas de ensinamentos e  as colocou na prática do Reiki.

A razão disto é que Usui sensei observou que algumas pessoas após sanarem suas doenças fisicas com tratamentos de Reiki, retornavam com outros problemas de saúde. Desta forma, percebeu que para que a cura física seja efetiva, a cura mental se faz necessária.

Os antigos praticantes de Reiki recitavam o Gokai pela manhã e à noite juntamente com os poemas do Imperador Meiji, prática esta que diferenciava os “reikianos” de praticantes  de outras modalidades de cura.

O Gokai recitado em japonês é extremamente importante na prática diária do Reiki, pois é um kotodama (Koto: palavra e Dama: Espirito) que promovem a saúde mental e em consequência, a saúde fisica.

Os cinco princípios do Sistema Usui de Reiki (Usui Reiki Ryoho), não devem ser entendidos como um rígido mecanismo de regras.

São um chamado a questionar de maneira profunda, nossa própria conduta e a abandonar nossos costumes antigos e carentes de sentido.

Os cinco princípios provocam e deste modo estimulam a uma maior reflexão.

São como enigmas espirituais que desde séculos são utilizados por Mestres Zen para ajudar seus alunos a demarcar os limites da razão que sempre quer regular tudo com exatidão e que na realidade tem muito pouca idéia sobre a vida.

O Gokai original em japonês

SHOUFUKU NO HIHOO
(o método secreto para convidar a felicidade)

Manbyo no Rei-yaku
(a medicina espíritual para todas as doenças).

Kyo dake wa 
(apenas hoje)

Ikaru na (evite a zanga)

Shinpai suna (evite preocupar-se)

Kansha shite (seja grato)

Gyo-o hage me (trabalhe arduamente)

Hito ni shinsetsu ni (seja gentil com todos os seres)

Asa yuu gassho shite, kokoro ni nenji, kushi ni tonaeyo
(de manhã e à noite sente-se na posição Gassho e repita estas palavras em voz alta e em seu coração)

Shin shin kaizen, Usui Reiki Ryoho
(método de tratamento Usui Reiki para o aperfeiçoamento da mente e do corpo)

Chosso Usui Mikao
(Mikao Usui, fundador)

Escute em áudio:

Kyo Dake Wa ( Só por hoje)

O significado do “Aqui e Agora”:

Com isto se quer assinalar a importância do presente.

Só Aqui e Agora é que uma pessoa pode ser realmente feliz, amar, descobrir-se a si mesmo, sentir a vida, desenvolver seus talentos e atuar em proveito de todos.

Quem coloca sua maior atenção no passado ou no futuro para superar os desafios cotidianos da vida, terá menos êxito e não aprenderá tanto como quem tenha sua consciencia no presente.

No “Aqui e Agora” se encontra a chave do portal que está fechado e que separa o mundo material o reino do Amor e da Luz.

Uma das mensagens fundamentais do caminho místico do Reiki é o seguinte:

“Permanece com tua consciencia no Aqui e Agora. Somente assim alcançará a Grande Luz! Só assim poderá conduzir sua vida para melhor e de forma espiritualmente mais adequada”

Kyo Dake Wa, Ikaru Na (Só por hoje, não sinta raiva)

Este principio se ocupa do poder da agressão, quer dizer, a energia vital que também se encontra no chakra raiz.

Esta frase pode nos dar a chave para uma grandiosa fonte de energia.

A raiva é a maneira que a energia agressiva se manifesta quando entra em “curto”, quer dizer, quando se encontra separada de uma ação construtiva.

Quem se sente com raiva, deverá explorar rapidamente as causas deste sentimento e aclarar o motivo.

Deve refletir de que modo pode transformar esta força em ações e por as mãos à obra!

A investigação das causas reais da raiva é revestida de enorme significado para este profundo processo de cura espiritual. Quem sente raiva por outra pessoa, não deveria descansar até ter entendido o que o remeteu aos seus próprios medos e o que o outro está lhe mostrando que é desagradável em si mesmo.

O que você teme realmente? Porque o medo está sempre unido à raiva? Que partes, talvez reprimidas e não queridas de sua personalidade ascendeu com mais força a sua consciencia através desta vivência?

Kyo Dake Wa, Shinpai Suna (Só por hoje, não se preocupe)

Com respeito as preocupações, deve-se preceder de certo modo, de maneira semelhante ao que foi dito em relação à raiva.

As procupações põe em evidência que em geral que uma parte do nosso subconsciente acredita perder o controle sobre coisas essenciais necessárias a sobrevivencia, ou para a conservação de recursos importantes. Em outras palavras, nosso subconsciente crê que algo muito perigoso, doloroso ou de algum modo incômodo acontecerá e não sabe o que fazer.

Podemos solucionar este problema se sabermos exatamente o que é que tememos.

Na maioria das vezes, o motivo do medo se mostra oculto à Luz da consciência e pode ser superado com um pouco de esforço.

Este principio tem relação com o poder do medo que na verdade é somente um guardião mas que algumas pessoas o transformam em amo e senhor de suas vidas.

Os medos nos dizem: Páre onde está, não se mexa!

O Reiki nos diz: Reconhece a tua força, levanta e siga o seu próprio caminho!

Devemos dar um bom exemplo aos demais e ajudá-los a encontrar seu próprio caminho.

O trabalho com este principio cura importantes áreas do segundo e terceiro chakras.

Kyo Dake Wa, Kansha Shite (Só por hoje seja grato)

A gratidão significa um reconhecimento das bênçãos divinas que obtemos através de tudo o que recebemos, independente do quão grande ou pequeno seja.

Nossos merecimentos são pequenos em relação ao enorme esforço que  deve a vida desprender para nos brindar com todo o alimento  que necessitamos.

Praticar a gratidão significa nos conectarmos com a rede da vida e sustentados por ela, conseguirmos a força da confiança básica.

Se somos agrdecidos, reconhecemos a grandeza da Força Criadora e com ela ao mesmo tempo, o Poder da Centelha Divina que habita em nós e nos outros, e que permite que o coração bata e que o espirito e o corpo possam viver.

Através da Consciencia da presença cuidadosa do Divino que cresce com a gratidão praticada, desaparece o sentimento de estarmos sós e abandonados em nós mesmos vendo a vida como inimiga.

A gratidão nos faz ter êxito.

Com frequência ignoramos a força da mão criadora porque ficamos presos de forma rígida à idéia de uma determinada forma de felicidade e realização.

A gratidão desperta os sentimentos para Ações Divinas.

Este principio nos ajuda não cairmos no isolamento. Somente aquele que é consciente da união de todos os viventes pode realmente perceber o Divino.

Independente de quem somos, de onde viemos e de como nos sentimos neste momento, façamos um chamado a Graça da Força Criadora, apliquemos o que sabemos e comecemos a melhorar a nossa situação.

Aceitemos tudo o que recebemos. Se aceitarmos de coração, cempreenderemos que sempre vem a nós o certo e no momento oportuno.

Kyo Dake Wa, Gyo-o Hage Me (Só por hoje, faça suas obrigações)

Trabalhar árduo sobre si mesmo ajuda a superar resistencias e a conhecer as próprias forças.

Sob o ponto de vista real, uma missão espiritual só poderá se solidificar de fato à partir de um trabalho bastante duro.

O trabalho no sentido espiritual é fundamentalmente em primeiro lugar, um trabalho consigo mesmo.

Somente quem realiza isto de maneira correta e incansável pode comprometer-se cada vez mais com seu Eu Divino.

Ester trabalho não é nenhum serviço imposto por alguém. É necessário porque de outro modo, os velhos e já aceitos padrões de comportamento de medo, ódio, separação, questionamentos sobre nós mesmos e inconsciencia, auto engano e irresponsabilidade, tomam novamente o controle sobre o rumo de nossas vidas e destroem todo o sucesso curativo que alcançaríamos com esforço baseado em amor, atenção, ampliação da consciência e a ação plena de entrega e de sentido.

Fazer suas obrigações, significa realizar um sério esforço para percorrer o caminho até Deus: Aqui e Agora, não somente duas horas, duas vezes por semana em um curso de meditação.

Somente com a constancia é que se pode resolver e harmonizar de forma duradoura, os bloqueios que impedem as pessoas de se re ligarem com o Divino.

A espiritualidade somente tem sentido quando praticada na vida cotidiana, enriquecendo a vida de todos.

Se não nos comprometemos seriamente com nosso trabalho, se não trabalhamos duro conosco mesmos e não ocupamos nosso lugar tão bem como deveríamos, não poderemos encontrar a nós mesmos durante nossa jornada, nem andar nosso próprio caminho.

Seguindo este principio, logo poderemos soltar as rédeas de nossos talentos e desenvolver nossos pontos fortes e todos também aproveitarão algo disto.

Kyo Dake Wa, Hito Ni Shinsetsu Ni (Seja gentil com todos)

O desafio de praticar o Amor espiritual e ser afetuoso com todos é talvez o mais dificil de todos os desafios.

Porque? Porque o Amor autêntico, espiritual, deseja o melhor para todos e não somente uma adaptação simpática superficial de conduta.

Ser afetuoso com todos pode significar um sorriso ou um abraço no momento adequado, uma palavra de alento ou uma ação realizada com a cabeça e o coração.

Da mesma maneira, o amor pode ser também a consequencia, a claridade e a força com que alguém segura uma pessoa que quer correr às cegas para a ruína até que esteja novamente em equilibrio e possa tomar com calma, uma autêntica decisão para prosseguir seu caminho.

Este principio de vida nos leva a reconhecer e honrar o divino em todos. Se aprendermos a perceber em todos a Força Criadora e a despertar sua obra, não estaremos adormecidos para perceber o momnento de nos reconhecermos em outros espelhos, isto é, naquele que acende em nós a chama da vida.

Em última instância, estamos todos juntos, sentados no mesmo barco.Devemos compreender esta expressão cada vez melhor e mais profundamente.

Fonte consultada:

– Reiki o Legado do Dr. Mikao Usui – Frank Arjava Petter

– El Espírito de Reiki, Um Manual Completo Sobre El Sistema Reiki Del Dr. Usui

Da Justiça


A paz social depende da justiça; a felicidade do indivíduo depende da certeza de gozar em paz as suas posses.

Conserva os desejos de teu coração, portanto, nos limites da moderação; deixa que a mão da justiça os mantenha na direção certa.

Não lances olhos invejosos aos bens de teu vizinho; que tudo que lhe pertence seja sagrado para tua mão.

Não permitas que a tentação te seduza, que qualquer provocação te incite a levantar a mão causando risco de vida.

Não difames o caráter do teu próximo; não levantes falso testemunho contra ele.

Não corrompas seu servo para que o engane ou abandone e, quanto à esposa de seu coração, não a tentes ao pecado!

Isto seria uma dor em seu coração que não poderias aliviar; um dano em sua vida que nenhuma compensação poderia reparar.

Em teus negócios com os homens, sê justo e imparcial, e age com eles como gostarias que agissem contigo.

Sê leal à sua confiança, não enganes o homem que confiou em ti; estejas certo de que, aos olhos de Deus, é menos maléfico roubar que trair.

Não oprimas os pobres, nem roubes do trabalhador o seu emprego.

Quando venderes algo com a intenção de lucro, ouve os sussurros de tua consciência e fica satisfeito com moderação; nem tires da ignorância do comprador qualquer vantagem.

Paga as tuas dívidas, pois aquele que te deu crédito confiou em tua honra; tirar dele o que lhe cabe é mesquinho e injusto.

Finalmente, ó filho da sociedade! examina teu coração, pede o auxílio da memória; se em qualquer destas transações perceberes que cometeste uma transgressão, que a tristeza e a vergonha te advenham e faças a reparação imediata, ao máximo que estiver ao teu alcance.São Miguel

 

Extraído do Livro “A vós Confio” publicado pela AMORC (Ordem Rosacruz).